Os Pés do Priminho


Li uma história contada sobre o ocorrido com um primo de um leitor, e resolvi contar também uma ocorrida ha algum tempo atrás, quando eu tinha mais ou menos uns 18 ou19 anos. Nessa época, Juliano, meu primo, deveria ter uns 18 ou quase 19 anos.

Era alto (para a sua idade), magro, muito bonito e tinhas uns pés sempre eles deliciosos, morenos, bem macios (sinal de que andava pouco descalço), muito bem cuidados e tamanho 40, acho eu. Eu era tarado naqueles pés, e sempre que ele ia ate minha casa, ou eu até a dele, eu dava um jeito de ficar me esfregando naqueles pezinhos.

Ele nunca desconfiava, pois poucos são aqueles que sabem que pode existir alguém interessado nos seus pés. Depois de me esfregar e acaricia-los um pouco, corria para o banheiro, e acabava numa deliciosa e solitária masturbação. Um dia eu estava sozinho em casa, a tarde, e ele apareceu para nos visitar. Apesar de nunca haver passado pela minha cabeça transar ou fazer alguma sacanagem com um primo, naquele dia me deu uma coisa diferente.

Comecei amostrar para ele umas revistas de mulher pelada que eu tinha, e logo o coloquei deitado no sofá, enquanto esfregava meu pau duro ainda dentro do calção, naquela bundinha nova. Ele nada falava, e logo tirei meu pau para fora, mostrando para ele. Ele ficou admirado, dizendo que era grande e tal. Pedi para ele pegar, e ele desajeitadamente segurou meu cacete, enquanto eu ensinava a tocar uma punheta.

Pedi para ver o pau dele, e ele tirou para fora. Era pequeno, não havia sido operado tinha aquela pelezinha sobre a cabeça, e tinha alguns poucos pentelhos nascendo na virilha. Cai de boca e notei que ele estava durinho, sendo que no final saiu um liquidozinho incolor, mostrando que ele havia gozado.

Ficamos nessa sacanagem ate o final da tarde, sendo que coloquei meu pau na sua boca, para ele chupar, o que ele fez desajeitadamente algumas vezes. Tempos depois, eu havia me mudado, e ele apareceu para nova visita. Presumi que ele gostara do que havia ocorrido, pois ele apareceu numa hora que sabia que eu estaria sozinho.

Mostrei para ele mais umas revistas, e disse que curtia muito os pezinhos de mulheres, que me davam muito tesão. Falei que era difícil arranjar mulheres que deixassem eu curtir seus pes, e pedi para que ele me mostrasse os dele velhos conhecidos meus. Quando ele tirou o tênis e a meia, segurei seus pés na altura do meu rosto, e passei a sentir aquele delicioso aroma que exalava do meio de seus dedinhos.

Fiquei lambendo aquela sola macia e deliciosa, enquanto batia uma punheta para aliviar o tesão. Depois de gozar, mandei ele tirar a roupa e dei uma gostosa chupada, ate que meu tabaco endureceu novamente e fizemos um 69, o que nos deixou cheios de tesao. Nunca houve penetração. Apenas ele me masturbava, ou eu a ele, e ficávamos nos roçando.

Muitas vezes ele me procurou, e apenas ele batia punheta para mim. Muitas vezes gozei me esfregando na sua bunda, deixando-a cheia de porra, toda melada. Acho que foi o primeiro pau que chupei para valer, apesar de não ser grande nem grosso ele mal entrara na adolescência. Seus pés sempre me deixavam louco, e ele sabia disso.

Curtimos aquilo por um bom tempo nosso segredo de primos, ate que o tempo nos separou. Hoje ainda me punheto, as vezes, lembrando daquilo tudo. Ele hoje esta casado, mora perto da minha casa, num bairro próximo, mas nunca mais o vi faz mais de 5 anos que não o vejo. Estou louco para encontra-lo e, quem sabe, relembrar os bons tempos. Fico curioso para saber com estará aquele cacete delicioso, e também aqueles pés. Se encontra-lo e rolar algo de novo, eu conto. 

Sei que pode parecer estranho para vocês eu curtir os pés de homens. Na verdade, curto de homens e de mulheres sou casado ha 4 anos. Mas sempre gostei, desde pequeno, e nunca soube o por que. Achei que era anormal pelo menos por gostar de pés de homens, pois de mulheres eu tive um amigo que também gostava. Ate que descobri, na web, que existem milhares como eu...

Conto erótico recebido por email - autor anônimo

0 comentários:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget