Arregaçei o Cu do Viadinho no Banheiro do Shopping

Vou começar minha história falando sobre mim: Meu nome é Reinaldo, tenho 29 anos, cabelos castanhos, olhos verdes, 1,80 cm de altura e 80 kg bem distribuídos. Faço musculação, faculdade e trabalho na área de tecnologia de uma empresa. Confesso a todos que sempre tive a vontade de comer o cuzinho de algum cara, não sei de onde surgiu esta fantasia, mas nunca tinha conseguido realizá-la até este momento que passo a narrar.

Tive várias namoradas e em muitas socava no cuzinho fantasiando que estava comendo algum viadinho, isso me fazia gozar mais gostoso e em outras vezes me masturbava imaginando um cara de quatro para mim, sua bundona gostosa toda aberta esperando minha rola e por baixo do seu cuzinho um saco pendurado.

Devido a um medo de abordar alguém pessoalmente achei que minha saída era arrumar alguém pela internet para satisfazer esta minha vontade. Passei a teclar no chat do uol procurando alguém que preenchesse os requisitos que eu desejava. Conversei com vários sem ter nenhum interesse, até o dia que um rapaz com o nick Boy18 perguntou se eu gostaria de teclar com ele, aceitei, a conversa foi fluindo e então trocamos MSN.

Mais a vontade passamos a conversar diariamente, sempre trocando confidencias sobre nossos desejos. Ele me falou que já havia saído com alguns homens e que tinha gostado de dar o cuzinho, falou também que a primeira vez que deu foi aos 13 anos em um troca – troca com seu primo. Desde então descobriu que seu negócio mesmo era homem, apesar de tentar manter as aparências, pois tinha medo da reação de seus pais.

Com a evolução de nossas intimidades não demorou para que combinássemos um encontro. Precavido, disse para nos encontramos em um shopping com bastante movimento que fica no centro da cidade. Chegando lá, na hora combinada procurei por ele que usaria um moletom vermelho. Logo o vi tomando um refrigerante na mesa, fiquei analisando o rapaz. Ele usava bermuda, tênis, boné e o tal moletom. Recém saído da adolescência e bem bonitinho, com um rosto angelical, como ele se mostrava nas vezes que ligamos a cam para conversar.

Aproximei de sua mesa e me apresentei, ele sorriu como se também tivesse aprovado a minha aparência. Para minha surpresa ele parecia um pouco afeminado pessoalmente, sua voz o entregava e pensei que seus pais deveriam imaginar que o moleque era desmunhecado.

Mesmo assim tive vontade de arregaçar seu cuzinho, pensava nisso enquanto conversava e meu pau explodia de tão duro por baixo de minhas calças. Falei isso para ele que foi bem direto e disse para irmos até o banheiro do shopping.

- Aqui? – Perguntei admirado.
- É. – disse ele. – Alguns transam no banheiro deste shopping e é sossegado!

Sem me ater a loucura que estava fazendo, ou talvez por que isso me excitasse mais, concordei e fomos para o banheiro. Para nossa sorte ele estava vazio e entramos em um dos reservados, então ele sentou na privada e sem cerimônias puxou meu pau para fora caindo de boca em seguida. Quase gozei na mesma hora, o moleque era muito tesudo e mamava como uma putinha.

Tive meu pau chupado enquanto minhas bolas eram acariciadas como se ele tivesse as ordenhando. Achei tudo uma delicia e, me empolgando cada vez mais, segurei sua cabeça e passei a meter como se estivesse comendo a sua boquinha. Não demorou nada para eu enche-la com minha porra. Não sei se ele engoliria ou não, mas o impedi segurando sua cabeça, apertando contra mim e obrigando o viadinho a sentir todo o meu leite que deve ter espirrado até na sua garganta.

Mesmo após sentir este prazer falei para ele continuar chupando até que eu recuperasse minha ereção por completo. Como ele era bom na chupeta senti meu pau endurecer e pedi para que ele tirasse sua calça e virasse de cosas para mim.

Ele baixou sua bermuda , cueca e se apoiou na parede, achei aquela cena um tesão, ter o rapaz se oferecendo para mim daquele jeito. Então aninhei meu cacete no seu cuzinho e meti com toda a fúria e o tesão acumulado por anos. Devo ter sido meio estúpido na penetração, pois mesmo não tendo um pau tão grande fiz o moleque gemer de dor ao sentir meu pau o arregaçar de uma só vez, até meu pau doeu por entrar ralando daquele jeito.

Descobri que meu tesão mesmo era foder assim, com força e violência. Grudei nele por trás e fiquei socando enquanto ele gemia dizendo que estava doendo.

- Você não queria me dar o cuzinho? Não gosta de levar rola? Agora agüenta! – Sussurrei no seu ouvido enquanto metia na sua bunda.

Aos poucos ele foi se deixando dominar pelo meu jeito estúpido e passou a curtir, descobri isso, pois ele me disse:

- Vai... Me fode! Me arregaça todo, meu macho gostoso!

Meti até gozar dentro daquela bundinha gostosa enchendo seu cuzinho com meu leitinho. Terminado aquilo fomos nos dirigindo à saída do shopping e fomos embora. Mais tarde, no MSN ele disse que adorou me dar daquele jeito, com um macho gostoso o dominado e violentando sua bundinha. Disse também que gostaria de repetir, mas teríamos que esperar alguns dias, pois seu cuzinho doía sem parar...

Conto erótico recebido por email by Reinaldo

9 comentários:

Anônimo disse...

adorei!!! afim de foder um Enfermeiro Passivo??? sou de SP, bjkas

Anônimo disse...

NOSSA, ADOREI. PENA QUE NÓS ESTAMOS LONGE, ESTOU EM OLINDA-PE. EU ADORARIA CHUPAR O TEU PAU E QUE VOCÊ METESSE EM MIM COMO VOÊ METEU NESSE AFEMINADO.

BEIJOS NO TEU PAU. :)

Anônimo disse...

então você tá proximo de mim em recife pe... posso te comer até vc gozar com as minhas bolas batendo no seu rabo...

Anônimo disse...

Deixa eu comer este cü

amanda fernandes disse...

gostoso come eu

Anônimo disse...

eu tb sou de recife e sou comedor de cú, como de 4 e de frango e soco mesmo de verdade.

Anônimo disse...

kkkk meu Deus! Nossa é impressionate a quantidade de comentarios pedindo pra ser comidos.. Morro de rir#

Anônimo disse...

Qual é um bom lugar em Recife pra chupar e fude?

Anônimo disse...

Hum mm delícia

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget