Antes do Fim do Filme

Nossos papos pela Internet sempre eram calientes. Às vezes me mostrava para ele através da webcam. Mostrava seios, bumbum, enfim meu corpo, mas não totalmente nu. Era mesmo apenas para assanhar sua imaginação. Maurício, alto, olhos muito verdes e o mais gostoso de tudo... insaciável!!

Do jeito que gosto bem tesudo! Combinamos então de nos encontrar num shopping perto para ambos e íamos ao cinema. Quando nos vimos, foi tesão no primeiro impacto. Eu vestia saia de elanca, túnica e saltos. Ele camiseta e jeans. Maurício se aproximou e logo de cara me tascou um beijo! Enfiando sua língua na minha boca. Obviamente correspondido! Que boca gostosa!

Nesse instante senti meu corpo tremer, ele percebeu e disse:

- Vamos minha gostosa! Entramos no cinema e nos sentamos, nossos beijos eram tesudos e sentia minha xotinha molhar. E pelo volume na calça, percebia que seu pau iria saltar pra fora! As luzes apagaram e foi uma delícia perceber que ninguém havia se sentado na nossa fileira. Adorei.

Maurício então começou a percorrer meu corpo, suas mãos firmes e macias eram umas delícias! Elas caminhavam por meu colo, seios, pernas... A essas alturas minha saia já havia subido. Ele passou levemente sua mão na minha xotinha... ele se arrepiou ao sentir que estava encharcada e falou baixinho:

- Se você não quiser ir ao motel comigo agora, eu te como aqui mesmo! Não pensei duas vezes e disse que sim!

Nos levantamos e o filme mal tinha começado... E fomos com o carro dele, entramos no primeiro motel que apareceuNa garagem ele já ia me bolinando a bunda, os seios, me beijava com muita vontade e tesão! Um verdadeiro tarado! Subimos à escada e lá tomei a iniciativa. Tirei-lhe a blusa e o encostei na parede, baixei sua calça e cueca. Olhei seu pau... hummmm que delícia, que cabeça gostosa, rosa e molhada. Seu pau estava muito duro, muito mesmo!

Caí de boca e comecei a chupá-lo. Suguei muito, punhetava, beijava as bolas, olhava pra ele com desejo sentindo seu cacete dentro da minha boca! Que gosto ele tinha! Não conseguia parar de sugá-lo, fazia movimentos de vaivém e por dentro mexia minha língua. Mal gemia e dizia que minha boca era uma delícia, que nunca tinha sido chupado daquele jeito... Daí começou a foder minha boca.

Eu simplesmente amei! Logo depois ele me levantou, beijou minha boca e foi me levando até a cama, lá arrancou minha saia e calcinha. Olhou minha xotinha lisinha e disse: - Humm que xota mais cheirosa e apertada! Será que agüenta meu cacete? Respondi:

- Não vejo a hora! Mal começou a chupar minha xaninha, me deixando ainda mais louca.

Passava a língua no meu grelinho, depois enfiava a língua, também lambeu meu rabinho... Eu estremecia de tanto tesão!! Eu apertava sua cabeça contra minha xaninha, então disse a ele que ia gozar! Ele aumentou o ritmo e enfiou o dedo no meu cuzinho...

Gozei feito uma puta! Mal continuou sugando meu mel... e gemia ao mesmo tempo.Aí ele se levantou arrancou minha blusa e soutien e chupou, mamou meus seios. Isso sem tirar os dedos da minha xana. Ele subiu no meu corpo e enfiou seu cacete gostoso e duro no meio dos meus seios... que gostoso!!!

Bruscamente ele me virou de quatro, puxou meus cabelos e enfiou seu pau duro na minha xotinha encharcada. Gritei de tesão (amei essa pegada). Mal começou a bombar muito forte. Eu estava alucinada de tanto tesão, rebolava, empurrava meu corpo contra o dele. Mau fodia minha buceta e batia com suas mãos grandes e gostosas na minha bunda. Então ele diminuiu o ritmo e enfiou um dedo no meu cuzinho.

Na verdade era o pau na minha xota, um dedo no rabinho e outro no grelinho. Nunca havia sentido tamanho tesão, então disse que ia gozar no pau! E gozei! Gemi, gritei de tanto tesão! Mau me virou, colocou uma almofada embaixo do meu bumbum e me disse: - Sua buceta é uma delícia, mas quero seu rabinho!

Eu respondi abrindo as pernas pra ele. Mau, então, foi enfiando a cabeça do seu pau no meu cuzinho apertado... que tesão!! Seu rosto era puro desejo e tesão! Ele gemia enquanto seu pau entrava em mim! Por fim seu pau entrou! Estava muito duro e eu sentia pulsar lá dentro! Mal começou um movimento lento, e delicioso... ao mesmo tempo olhava seu pau entrando e saindo, mexendo na minha xaninha. Meu gostoso bombeava gostoso... me comia com volúpia, com desejo.

Eu disse que queria gozar pelo cuzinho e queria que ele gozasse também lá dentro. Mal ficou alucinado e bombeou mais forte até que disse que ia gozar... Eu apertei meu corpo contra dele... e senti sua porra dentro do meu cuzinho...Que delícia! Gozei logo em seguida! Meu tarado tirou o pau de dentro, se deitou, mas continuava duro, então eu olhando aquele pau delicioso, todo gozado, subi em cima dele e comecei a lamber. Maravilhoso o gosto do leitinho dele misturado com o gosto do meu rabinho.

Mal lambia meu grelinho e enfiava o dedo no meu rabinho. Ficamos num 69 delicioso até gozarmos na boca um do outro. Engoli todinha a porra quente! E caímos exaustos na cama. Claro, meia horinha depois foi suficiente para estarmos encaixados de novo!

Conto erótico recebido por email – autora anônima

0 comentários:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget