Eu, Meu Marido e Rafael ...

Somos casados há mais de 10 anos e meu marido sabe que eu adoro um pau grosso, já brincamos muito com vibradores, mas o real é que é bom. Acertamos uma vez em procurar um garoto de programa na primeira viagem que fizéssemos, o critério de escolha é claro seria o instrumento.

Fomos para a Bahia, e depois de 3 dias de praia, marquinha de biquíni e cervejas, decidimos colocar o plano em ação. Entramos em um site e localizamos o garoto. Eu tenho pouco mais de 30 anos, mas estou ótima. Gostosa. Marcamos no bar do hotel onde estávamos hospedados e em meia hora chega o rapaz, Rafael, alto, forte e simpático. Nos sentamos e começou aquele papo sem muito futuro.

Roberto me pediu uma roska (vodka com fruta) e eu engoli e me soltei de vez, os chamei para subirmos e fui direto para o chuveiro, eles ficaram sentados me esperando. Saí de lá apenas de toalha e meio bêbada. Comecei a beijar Rafael, na boca, no pescoço e me enroscar, enquanto meu marido apenas olhava. Ele tb me beijava e amassava toda com mãos fortes e grandes. 

Fui para a cama e pedi para eles começarem a brincadeira. Meu marido disse que apenas iria olhar, Rafael arrancou a camisa e a calça e colocou para fora o negócio que pelo site já era grande, imagine para mim já cheia de vodka.

Comecei a beijar o pau dele e lamber as bolas, pesadas e grandonas, adoro ficar chupando de quatro e rebolando, ele então começou a apertar a minha bunda e esfregar os dedos nas minhas entradas. Que delícia! Aquele pau mal cabia a cabeça na minha boca, imagine na minha xoxotinha.

Ganhei uma chupada gostosa dele no meu grelinho que estava totalmente duro e melado, e resolvi experimentar a bitola do cara. Fui sentando devagar e percebendo o quanto entrava, como estava muito melada e excitada, o pau entrou todo, mas me alargou toda também.

Senti minha xoxotinha virar uma bucetona em segundos. Com a luz pouquinha e o tesão muitão, comecei a cavalgar e não demorou veio o primeiro gozo, lá de dentro, senti caminhando por minha virilha e estremecendo meu corpo todo. Nossa! Delícia!

Rafael me virou de costas e começou a me penetrar por trás, abrindo a minha bunda com as mãos, e exibindo meu cú, fiquei com medo dele tentar meter lá, mas meu marido não iria deixar. Meu rabinho já estava queimadinho e devia estar lindo todo aberto com aquele pauzão enfiando e saindo.

Ele cuspia no meu cuzinho e esfregava o polegar, falando que dava o maior tesão foder uma bunda daquelas, isto me fazia rebolar mais e gozar outras vezes, de quatro e já toda largada. Pensei, já estou fazendo uma doideira, vou ver se cabe tudo em minha bundinha, me virei para trás e pedi ao Rafael, "come meu rabo bem gostosa seu safado".

Não precisou falar outra vez, ele sacou da minha xoxotinha toda vermelha e começou a forçar meu cú. Caramba, aquilo parecia que era quatro vezes maior. Mas a cabeça passou e ele deu aquela paradinha estratégica, acostumei com a bitola e ele foi descendo o peso e sumindo dentro da minha bunda com um pau enorme e grosso.

Meu marido veio para perto de mim e começou a me beijar muito gostoso, me vendo sofrer e chegar perto da terceira gozada em menos de 30 minutos. Rafael começou a bombar mais forte e esfregar meu grelinho, empinei a bunda e mandei ele socar tudo. Caramba! Estava sendo arrombada na frente de meu marido e ia gozar de novo, no pau daquele cara desconhecido e muito gostoso.

Senti o pau dele dar os sinais de gozo e o meu veio junto, gozamos forte, gostoso e juntos.Parei, ele saiu de dentro e foi ao chuveiro, meu marido me deu outro beijo e me disse que tinha filmado quase tudo, inclusive aquela gozada.

Ufa!!! Estou sentindo um calor... 

Conto erótico recebido por email by Roberta da Bahia

0 comentários:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget