Criatividade

É difícil acreditar que uma garota de 17 anos tenha tanta criatividade no sexo quanto esta que eu vou contar: Estávamos juntos a mais ou menos 1 semana, e não tinha pintado uma oportunidade de ficarmos a sós, foi então que ela deu um jeito para que isso acontecesse. Me ligou do escritório no meio da tarde pedindo um programa para instalar em seu computador e disse que viria pegar em minha casa. Era fim de expediente, e ela só teria tempo de pegar o CD, jantar e ir pra faculdade. Meia hora depois ela chega. Como quem não quer nada.

Me beijou muito leve e sentou na minha cama que fica ao lado do suporte dos Cds, pegou o que queria, deu um sorriso de agradecimento e me beijou da mesma maneira de antes. Eu não agüentei e dei outro beijo daqueles de tirar o fôlego. Foi então que percebi o fogo que ela tinha. Já começamos a nos acariciar, eu coloquei levemente a mão entre suas pernas e fui aproximando até que já estava com a mão dentro da mini saia.

 Neste momento ela já estava com a respiração completamente alterada, foi quando abri meu zíper e coloquei a mão dela dentro da minha calça, ela sentiu o volume e suspirou, quando eu comecei a colocar o dedo dentro da bucetinha, totalmente molhada e quente, ela começou a murmurar em meu ouvido que queria que eu tirasse a sua roupa, eu tirei sua blusa e vi os seios mais lindos que eu havia visto, durinhos e com os biquinhos arrebitados, já não me contive e coloquei minha boca, chupando e colocando o dedo em sua bucetinha ela já apertava meu pênis que estava duro a ponto de bala.

Tirei a sua mini saia, e pedi para que ela deitasse, aí é que ela começou a ser criativa, disse: 

-Não você deita.

Então eu fiquei meio assustado, tirei a calça que já estava nos pés e a camiseta, quando me deitei ela já tratou de começar a chupar o meu pau. Primeiro a cabeça depois engolia ele todo, daí mudou de posição, ficou por cima de mim, invertida na posição de um 69, enquanto ela me chupava eu enfiava meus dedos um na bucetinha e outro no cuzinho, que estava tão apertado, que me deixou louco, ela neste momento começou a gemer e pedir pra ser comida, eu a coloquei de quatro e comecei a comer sua bucetinha e quando ela já estava totalmente louca de tesão, comecei a enfiar o dedo no seu cuzinho.

Ela foi ao delírio e eu também, gozei muito gostoso. Tirei e me deitei ao lado dela, mas ela não parou por aí, começou a chupar meu pau outra vez, e em menos de 1 minuto conseguiu deixá-lo duro outra vez, ficou de quatro e pediu que eu a comesse eu enfiei meu pau na bucetinha e comecei a meter meu dedo no cuzinho dela, quando vi que ela estava gostando troquei. Comecei a colocar minha pica bem devagar no cuzinho dela. Ao mesmo tempo que ela dizia que não ia agüentar eu sentia que ela gostava, então ela pediu que eu ajudasse.

Eu perguntei como, e ela disse que eu não parasse de falar. E eu comecei perguntando coisas do tipo você está gostando, ela gemia e respondia que sim, e eu continuei até que gozei. Ela falou que estava com as pernas bambas. Quando percebi o rosto de felicidade dela, mas com lágrimas nos olhos. 

Conto erótico recebido por email - autor anônimo.

0 comentários:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget