Surpresa de Uma Fantasia

Há algum tempo tínhamos muita curiosidade em conhecer o sofazão, mas sempre adiávamos, até que um dia um casal de amigos insistiu para irmos juntos, pois também queriam conhecer. Resolvemos então ir. Chegando lá fomos bem recepcionados e nos colocaram a vontade. Dançamos, bebemos e o ambiente começou a tomar um rumo de sensualidade e sacanagem.

Nós e o casal de amigos dançávamos e trocávamos de parceiros. Ora dançava com a esposa dele e ele com a minha. E daqui a pouco elas começaram a tirar as roupas ficando só de calcinha. Começaram a olhar com uma cara de sem vergonha para todos os homens e mulheres. O trenzinho tomou rumo e fomos para o quarto quase escuro para começarmos a transar. Eu com a mulher dele e ele com a minha, depois trocamos.

E naquele clima de tesão outros homens apareciam querendo participar, mas ela não queria. Eu louco para ela aceitar, pois já havíamos feito com os nossos amigos, mas ficava uma coisa meio sem graça, sem novidade. Então de repente apareceu um homem negro e dizia para eu comer ela bem comida. Ela estava de quatro e eu a comendo aí ele começou a passar a mão no bumbum dela e ficava dizendo que era para eu comer ela direitinho.

Ela olhou para trás e me puxou. Disse que queria que aquele negro a comesse. Quando ela falou isso quase gozei. Era uma antiga fantasia dela. Então fiz sinal para ele começar a se aquecer, mas para minha surpresa ele já estava pronto. Sentou-se na cama e colocou seus 24 cm para fora (3 cm a mais que eu), ela abocanhou aquele chocolate e eu me controlando para não gozar...

E depois a mulher do nosso amigo também foi abocanhar o mastro. De repente uma mulher bonita, loira, belo corpo apareceu puxando ele para fora da cama (era a esposa dele) e nosso amigo se foi. E a minha mulher ficou sem sentir aquela pica grande e preta dentro dela. E o sonho foi embora. Continuamos a conversar, dançar e a nos divertir.

Fui ao banheiro e encontrei o nosso futuro amigo, conversamos e ele disse que estava louco para comer a minha mulher, mas que a mulher estava no pé dele. Era a primeira vez que eles estavam freqüentando o Sofazão e era só por curiosidade. Então pedi o telefone dele. Ficamos mais um pouco e terminou a festa. Fomos para casa e transamos pensando na trepada que aquele Negrão daria com a minha mulher.

Resolvi fazer uma surpresa para minha mulher, liguei para ele (Fernando) e fiz uma combinação com ele. Um dia eu a Carla saímos e fomos passear na noite, paramos em um barzinho, e ficamos contemplando a noite. E ela falando que queria encontrar aquele negrão (Fernando) que iria fazer misérias com ele.

Voltamos para casa, tomamos um banho e fomos para nosso quarto para dar uma bela trepada. Transamos e ela falava no Fernando a todo instante. Gozamos e pedi para colocar a calcinha bem enfiada no rabo e ela perguntou o porquê, falei-lhe que queria comê-la de calcinha. Demos um tempo e ela adormeceu. Saí pé por pé do quarto e fui abrir a porta, o nosso amigo estava esperando. Mostrei o quarto e lá estava ela adormecida e com aquela bela bunda para cima.

Deixei-o deitar e ficar com ela, ele deitou já com o mastro em armado, começou a acariciá-la e ela acordou. E quando olhou levou um susto e levantou da cama.. Ele puxou-a e começaram uma ardente transa. Nunca a vi tão excitada, tão molhada. Deixei os dois sozinho no quarto e depois ela me chamou para vê-la sentada naquele mastro foi demais.

Transamos até o amanhecer e tudo isto graças ao Sofazão, hoje a mulher dele é adepta do swing e fazemos nossas festas com aquele nossos amigos, os três casais e outros que conhecemos no sofazão.

Conto erótico recebido por email – Casal swinguer

0 comentários:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget