Cunhada Safada

Meu nome não interessa, mas as pessoas me chamam de Mê. Eu tinha 24 anos quando o que eu vou contar aconteceu. Eu tenho 1,60m de altura e peso 52 kg, olhos azuis e cabelo loiro, cumprido. Um corpinho muito ajeitado e na maioria das vezes muito tinida.

Morava em SP com a minha irmã e meu cunhado. Meu cunhado é um cara muito simpático e atraente, sempre me tratou com muito carinho e nunca "avançou o sinal". Eu que sempre fui assediada pelos meus amigos achava todo aquele respeito perturbador e estava convencida que ele fazia forças para resistir (cá entre nós, sou muito mais gostosa que a minha irmã).

Um dia saí do banho e fui para o meu quarto me trocar. Notei pelo espelho do armário que alguem me observava pelo buraco da fechadura. Eu estava de costas para a porta e peladinha. Só podia ser o meu cunhado que estava para chegar em casa há qualquer momento.

Liguei o som e comecei a passar creme no corpo inteiro. Afastei as pernas e expus o meu cuzinho e xaninha bem na direção da porta. Virei de frente para porta e comecei a dançar da forma mais sensual possível, morrendo de tesão por estar sendo observada "secretamente" pelo meu cunhadinho gostoso.

A minha buceta estava completamente encharcada de tanto tesão. Encostei no armário e comecei a tocar uma siririca de frente para a porta, tomando o cuidado de não olhar diretamente para o buraco da fechadura. Percebia que o meu voyeur continuava ali. Quando estava quase gozando decidi olhar fixamente para o buraco da fechadura e aí notei que a sombra desapareceu rapidamente.

Imaginei que o meu cunhado estava morrendo de tesão e imaginando se eu sabia que ele estava ali. Troquei de roupa e fui para sala, onde encontrei-o assistindo tv quase ofegante. Perguntei como havia sido o dia dele e comentei que havia tomado um banho delicioso. Ele comentou que a minha irmã chegaria tarde e que éramos só os dois para jantar e sugeriu que pedíssemos algo por telefone. Eu sugeri que ele fosse tomar um banho primeiro.

Assim que ele entrou no banheiro, despi-me por inteiro e pensei "'e hoje ou nunca". Entrei no banheiro e abri a porta do box. Meu cunhadinho arregalou os olhos e pediu para eu sair. Eu disse que percebi que ele me olhava pelo buraco da fechadura e sabia que ele estava morrendo de tesão. Ele estendeu a mão e me puxou para dentro.

Fiquei de joelhos e imediatamente botei aquele cacete duríssimo na boca. Mamei até ele gozar na minha boquinha, o que deve ter demorado uns 60 segundos, tamanho o tesão do meu cunhado durante a sessão preliminar. Ele então ficou de joelhos, coloquei uma das minhas pernas sobre o ombro dele e ele chupou a minha xaninha durante uns 10 minutos. Foi a melhor chu petinha da minha vida, tinha a impressão que ele estava me comendo com a linguá.

Saímos do chuveiro e fomos pra minha cama onde continuamos um 69 até ele ficar de pau duro novamente. Ele disse que queria começar pelo meu cuzinho e depois de lubrificar o seu pau com a minha vaselina, enterrou a sua pica no meu rabinho, de devagarinho, com muita classe, ele enfiou o pau inteiro. Eu até perdi a voz e só pedia para ele não parar. Gozei feito uma louca.

Ele me virou de frente para ele e veio por cima, dessa vez botou na minha xoxotinha melada, e meteu sem parar até gozar pela segunda vez. Eu gozei inúmeras vezes, como nunca havia gozado antes. Acabamos adormecendo e fomos acordados pela campainha, era a delivery do nosso jantar.

Minha irmã chegou em seguida e foi a nossa sorte o entregador ter chegado um pouco antes. Depois desse dia repetimos a dose várias vezes. Como a minha irmã sai cedo para o trabalho, diversas vezes fui acordada pelo meu cunhado chupando a minha buceta.

Passei a dormir pelada para facilitar a surpresa. Uma outra noite fui até o quarto deles e enquanto a minha irmã dormia fiz um boquete no meu cunhado até ele gozar. Ele não se conforma com a minha audácia, mas quando o assunto é sexo eu gosto mesmo do que é para proibido.

Hoje moramos a milhares de quilômetros de distancia e ainda sonho com aquela trepada com o meu cunhado. Eu estou casada mas o meu marido nunca me comeu como o meu cunhado e espero logo poder repetir a dose.
Mê, a cunhada safada

0 comentários:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget