Minha Esposa Sônia

Minha esposa SONIA é muito gostosinha, gordinha e baixinha. Tem bunda grande, seios perfeitos, clarinha, coxas roliças, uma bocona sensual.

Temos uma vida sexual pra dar inveja a qualquer casal, no entanto eu sempre tive vontade, tara mesmo, de ver minha esposa sendo arregaçada por outro homem e fui aos poucos! Pedia para ela chamar-me com nomes de outros homens e foi aí que percebi que ela começou a ter orgasmos mais intensos e querer foder cada vez mais, Passamos a usar um lindo consolo, com dupla penetração e a fazia chamar o outro pelo nome de amigos nossos.

Eu a tratava como uma princesa, Levava nos melhores cabeleireiros, massagistas, personal-training. Comprava sempre as roupas mais sexy, curtas, transparentes, bons perfumes, jóias, etc. Sempre passeava nos bares e festinhas, mostrava aos amigos, aos clientes da fábrica, etc. Aos poucos ela foi aceitando a idéia, apesar do medo. Quando então a levei para a praia, num biquíni micro, sua bunda toda a mostra, sua xana depilada quase pula pra fora, um mini bustie de renda e curtinha. Parou a praia!

Não a deixei usar a canga e a fiz ir pela rua até o barzinho assim mesmo. FOI UM DELIRIO TOTAL! Ela já tinha tomado o vinho que tanto gosta, PARA TER CORAGEM!
A Convidei para irmos ao motel, sairmos quase correndo. No caminho, mesmo dirigindo tirei com a mão direita o seu sutiã, deixando seus peitos a mostra. Ela ria muito! Depois, no motel o recepcionista levou um susto e eu também! Sem eu perceber, ela tinha tirado a parte de baixo.

Quando entramos no apto, ela era outra mulher! Telefonei para a portaria e encomendei tudo que queria. Em minutos chegaram as bebidas e o garoto de programa que eu havia escolhido um dia antes pela sua grande altura, porte físico e pau bem grande. Ela se assustou. Com carinho, passei a chupar seu grelo. Ela grita, geme etc. O rapaz a agarra por traz e começa a passar a mão nos peitos e a chupar seu pescoço. Saí de perto e fui fotografar tudo.

Ela enfiou a pica do rapaz na garganta e ele mordia seu grelo. Quando já estava bem na hora, ele a colocou de quatro e enfiou-lhe até o saco! Ela só pedia mais e mais. Ele deitou na cama de costas e ela iniciou uma cavalgada maluca. Pulou muito e gozou como eu nunca tinha visto antes. Quando ele foi gozar ela tirou a xana fora e chupou ate o gozo total estar na sua boca. Engoliu tudo, coisa que nunca fez comigo.

Dormiu uns minutos e voltou a luta. Depois de uns minutos o cara já estava duro de novo! Ela passou gel lubrificante no rabo e sentou naquilo. Gritava de dor, mas queria mais e mais, ficou arrombada.Sacanagem pois nunca me deixou meter no cu dela. Ele foi embora e ela me deixou fazer a faxina geral com a minha língua.

A partir desta data. Não foi mais necessário usar garoto de programa, era só sair oferecendo. Sempre que o comedor do dia quisesse, eu a levava até ele. Ajudava a servir o vinho, tirava a roupa dela e ficava do lado só assistindo. Ajudava a passar o lubrificante no rabinho e ajudava o comedor, abrindo os buracos. Abria bem as pernas dela, ate ao máximo e ficava segurando para o comedor enfiar tudo.

Às vezes eram duas por dia, as vezes com dois ao mesmo tempo. Eu ali, quieto, só olhando e cuidando dela. Hoje ela já viaja com os mais conhecidos, uns sempre a levam nas pescarias no Araguaia por uma semana ou mais, onde ela se entrega nestes dias para 4 ou 5 homens e eu fico no trabalho cuidando da casa e dos filhos.

Nesta ultima os pescadores no ultimo dia deram ela de presente aos dois barqueiros que moram por lá e não vem mulher por 12 meses ou mais, ela conta que os peões ficaram malucos e passaram o dia em cima dela, com cada um gozando 4 ou mais vezes durante as 24 h. bebeu tanta porra que ate se engasgou e tiveram que esperar na troca de avião em Brasília por 12 h ate ela se restabelecer no hotel por estar toda arrombada e não dava pra sentar.

Chegou em casa muito feliz, alegre e faz o nosso casamento cada dia melhor. serpvalerio@bol.com.br

By Valério enviado por email.

1 comentários:

Anônimo disse...

Ola Sergio, voce me encaminhou no que eu necessitava pra Maira me fazer de corno, Ela leu e releu varias vezes e fizemos quase o mesmo caminho. Hoje ja sou um corno da serie C. mas chegou ao seu nivel logo, abraços Carlos e Silvia

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget